Chakras


O que são as Chakras ?

O corpo humano é constituído por uma rede complexa de nervos, canais e centros de energia denominados de “Chakras”.

Estes centros podem ainda ser entendidos, como canais receptores e transmissores de energia universal e do planeta.

Estes centros de energia estão ainda interligados entre si, e governados por determinadas glândulas endócrinas. As chakras regulam também o funcionamento de determinados órgãos do corpo humano ou de certas partes do corpo.

Neste contexto, as chakras podem ser descritas como “rodas”, “discos” ou “vortexes” de energia que se dividem do seguinte modo: 7 chakras maiores e 21 chakras menores.

Para além das chakras maiores e menores, o corpo humano é ainda composto por outros centros de energia minúsculos, e que segundo a tradição hinduísta se denominam de “nadis” ( centros estes muito usados pela acupunctura).

O estudo das chakras

Tanto as “chakras” como as “ nadis” são centros vitais para o nosso bem-estar e saúde física, emocional, mental e espiritual.

E o interesse do Reiki pelo estudo das chakras e das nadis e seu funcionamento, prende-se ainda com o facto de estas fornecerem informações valiosas sobre o estado de saúde dos seres humanos.

Um mau funcionamento das chakras

Quando as chakras não estão a funcionar de modo harmonioso no corpo humano, isto é por vezes sinonimo de doença física, emocional ou de enfermidade mental.

E quando as chakras estão bloqueadas, fechadas, desequilibradas, imperceptíveis, disfuncionais ou sujas, a pessoa tem sempre a tendência para adoecer (e em casos mais graves isto pode conduzir á morte do individuo)

E o Reiki tal como outro tipo de tratamentos energéticos, podem auxiliar a um melhor funcionamento das chakras e nadis, seu desbloqueamento e activação.

A acção do Reiki no desbloqueamento e activação das chakras

O trabalho de desbloqueamento e activação das chakras pode ser levado a cabo por um praticante de Reiki (de nível II/III ou Mestre), que possua conhecimentos aprofundados sobre o funcionamento das chakras, sua respectiva limpeza e energização.

O profissional de Reiki sabe ainda como equilibrar as chakras, mediante o recurso á meditação, técnicas de energizacao, de “grounding” e de protecção.

Ainda neste âmbito, o profissional de Reiki estuda padrões de pensamento, de comportamento e de funcionamento energético á escala pessoal, familiar e colectiva.

Nós somos o reflexo dos nossos pensamentos

Como Mestres de Reiki que somos, acreditamos veemente que as pessoas são o reflexo imediato dos seus pensamentos, emoções e comportamentos.

E os pensamento são a nosso entender, poderosíssimos geradores de energia universal positiva e negativa.

Os pensamentos e as emoções tem ainda a capacidade de viajar grandes distancias no espaço e no tempo, através de várias dimensões de existência e da consciência.

E os nossos pensamentos atraem de igual modo, energias e vibrações positivas ou negativas desta e de outras dimensões.

Estas energias afectam por sua vez o funcionamento das chakras, alterando a sua função, nível energético e movimento cíclico.

Ainda neste contexto, existe uma relação directa entre a natureza dos nossos pensamentos e o funcionamento ou movimento das chakras no corpo humano.

Assim sendo, pensamentos negativos são normalmente geradores de bloqueios e disfuncionalidade ao nível das chakras e da aura, ao passo que pensamentos positivos estimulam os centros de energia, trazendo saúde á pessoa, energia e vitalidade.

E normalmente as pessoas que padecem de determinados problemas de saúde, possuem padrões de pensamento e comportamento negativo, e por conseguinte as chakras bloqueadas.

Dai que, durante os tratamentos de Reiki dá-se um ênfase especial á natureza dos pensamentos individuais, sua origem e possível alteração, substituição ou total erradicação (no caso destes serem negativos e nocivos á pessoa).

Deste modo, o profissional de Reiki dá indicações á pessoa sob tratamento relativamente á prevenção de futuros distúrbios ao nível do campo energético do corpo e das chakras. O profissional de Reiki é assim um agente “preventivo”, “informativo” e “reparador” de problemas de índole energética.

As chakras e a sua aparência

Como é que se podem descrever as chakras?

As chakras são normalmente descritas como discos ou rodas de energia, localizadas em determinadas partes do corpo humano ou animal.

E segundo a tradição oriental tibetana, estas são normalmente descritas como flores de lótus que se encontram dispersas por determinadas partes do corpo humano.

As chakras podem também ser entendidas, como “funis” receptores de energia universal, que se estendem do corpo físico para o exterior, estando localizadas tanto na frente como nas costas do corpo humano ou animal.

E no que diz respeito aos seus níveis energéticos, cada chakra vibra a uma frequência diferente, estando divididas em chakras inferiores e superiores.

Ainda neste âmbito, importa realçar que cada chakra possui o seu respectivo nome, som cor, símbolo e frequência eléctrica, estando as 7 chakras maiores associadas ás cores: lilás, azul escuro (cobalto), azul claro, verde, amarelo, cor-de-laranja e vermelho.

E quando abertas, limpas, energizadas e em harmonia, as chakras encontram-se “alinhadas”, possuindo uma cor brilhante, forte e funcionando no sentido dos ponteiros do relógio.

Em que medida é que o estudo das chakras beneficia o ser humano?

O estudo das chakras e o seu funcionamento, reveste-se de importância vital para o bem-estar dos seres humanos.

E isto prende-se com o facto, de estas conterem informação crucial sobre o corpo físico, emocional, mental e espiritual dos seres humanos.

De igual modo, as chakras contem informações de natureza divina relacionadas com a nossa missão nesta vida, existências passadas e karmas que requerem a nossa atenção e se possível resolução.

Finalmente, uma doença física é sempre facilmente perceptível ao nível das chakras e da aura humana ou animal.

E quando o corpo físico padece duma dada doença, as chakras tendem a movimentar-se de modo contrário ao seu funcionamento habitual, podendo inclusive projectar-se como molas para o exterior do corpo humano, ou podendo ter entidades presas no seu interior.

Dai que, cabe ao profissional de Reiki estudar o funcionamento algo complexo das chakras, o modo de as equilibrar, de as corrigir, de as re-alinhar e de remover todo o negativismo que encerram.

O desenvolvimento das chakras ao longo da vida

As chakras são vitais para o nosso desenvolvimento tanto físico, emocional, mental como espiritual.

Estas fazem parte da nossa existência desde o momento em que somos concebidos no útero materno, até á nossa morte física.

Por conseguinte, um bébé quando nasce não possui ainda todas as chakras bem definidas (isto só sucede na fase da infância).

Em contraposição, um idoso ao caminhar para a morte vai perdendo aos poucos as suas chakras e centros de energia.

E com a morte física do corpo, as chakras tendem a diluir-se, misturando-se com a energia do universo, ou voltando ao ponto de origem.

Dai que, o processo de desenvolvimento das chakras é algo que decorre durante uma vida inteira e que se repete em cada nova reincarnação.

Contudo, é na nossa fase adulta que as chakras se encontram mais visíveis, funcionais e desenvolvidas.

E apesar das chakras se irem desenvolvendo de modo harmonioso no decurso das nossas vidas, também pode suceder que uma dada chakra se desenvolva mais rapidamente do que outra.

Sendo assim, uma pessoa que desenvolveu mais as suas chakras superiores (da zona da cabeça, coração, terceiro olho e pescoço), é uma pessoa que atingiu um nível de desenvolvimento elevado nesta vida, sendo talvez um líder religioso carismático, um guru ou um ser altamente “iluminado”.

O desenvolvimento espiritual do ser humano

Caso uma pessoa esteja a atravessar uma fase desenvolvidamente espiritual e ao nível das chakras, pode suceder-lhe o seguinte:

1 – A pessoa pode começar por rejeitar a ingestão de carne animal ou derivados desta.

E isto pode estar relacionado com o facto, de a pessoa estar ciente do papel dos animais no planeta e na criação, respeitando-os como seres divinos e que não devem ser ingeridos.

De igual modo, a rejeição da carne animal também pode prender-se com o facto, de a pessoa pretender fazer um jejum e purificação do organismo, limpando-o de excessos físicos e alimentares.

Ainda neste âmbito, todos os “apetites” humanos sofrem duma contenção, redução gradual ou nalguns caso tenderão a desaparecer ex: a ingestão de álcool, o uso de drogas, o tabaco, o sexo, a luxúria, o orgulho, a vaidade, a ambição etc.

2- A pessoa começa a ingerir unicamente o necessário para a sua existência diária e corpo físico, perdendo todo o peso desnecessário.

A pessoa passa ainda a desfrutar mais da comida que ingere, com consciência acrescida sobre o que come, encarando a comida como uma fonte de energia vital para o seu bem-estar físico e espiritual. E caso a pessoa realmente caminhe para a “iluminação interior”, pode um dia atingir um nível tão elevado de desenvolvimento que a leve a rejeitar a ingestão total de comida, vivendo unicamente do “Prana”.

3- A pessoa começa de igual modo a necessitar de menos horas de sono, sentindo-se subitamente mais energizada, desperta, jovem e consciente da importância do “cedo erguer e do cedo recolher”;

4- A pessoa pode de igual modo começar a perder interesse pelas religiões de cariz tradicional, ao mesmo tempo que sente o coração repleto de amor e compaixão por todos os seres humanos, animais e planeta. A religião em vez de ser segmentada ou compartimentada, passa a ser encarada como algo abrangente e parte integrante da existência humana na Terra.

Deste modo, a visão da vida e da existência sofre assim uma alteração profunda, e a pessoa começa a contemplar a realidade e universo como uma dádiva divina;

5- A pessoa ao iniciar o seu processo de desenvolvimento físico e espiritual, irá também gerar uma mudança ao nível do funcionamento das suas chakras.

Após ter começado a desenvolver as chakras superiores, poderá constatar que este desenvolvimento afectou e se estendeu ás chakras inferiores, que subitamente funcionam de modo harmonioso, mais célere e saudável;

6- A pessoa começa a desenvolver uma intuição mais aguçada, sabendo julgar com mais claridade, precisão e objectividade determinados aspectos da sua vida e dos seus relacionamentos. O que outrora era um impedimento á felicidade pessoal tende a desvanecer-se, á medida que a pessoa encara a sua vida sobre o prisma abrangente da criação divina.

7- A clarividência e a clariaudicão podem eventualmente vir a desenvolver-se, sendo um sinonimo claro de desenvolvimento psíquico e espiritual profundo.

Os sentidos e as percepções humanas desenvolvem-se gradualmente, e a pessoa começa assim a julgar situações com maior objectividade, não caindo facilmente nas redes da ilusão, da impulsividade e da emocionalidade.

De seguida, a pessoa começa a compreender dum modo profundo, as diferenças entre a “Verdade” e a “Falsidade”, entre o “Real” e o “Irreal”, entre a existência bidimensional e a tridimensional, etc;

8 – Finalmente, todos os vícios nocivos á pessoa tendem a cessar por completo! E todas as amizades ou relacionamentos vazias de conteúdo tendem a desaparecer por si só.

O mesmo sucede com os empregos sem futuro ou actividades desprovidas de interesse ou de profundidade.

A titulo de conclusão, importa ainda salientar, que o nosso desenvolvimento humano e espiritual está intimamente relacionado com o nosso desenvolvimento ao nível das chakras.

E tanto a nossa personalidade como os nossos pensamentos e vivências, são o resultado directo da acção e interacção entre o nível físico e o nível espiritual da existência.

Quantas chakras possuí o corpo humano?

O corpo humano possuí 7 chakras maiores e 21 menores.

Contudo, existem milhares de outros centros energéticos de pequena dimensão no corpo humano, e que actuam em conjunto com as chakras.

Estes são igualmente objecto de estudo por parte dos praticantes de Reiki e dos praticantes de outros sistemas de tratamento energético.

As 7 chakras maiores

Chakra da cabeça ou da coroa # 7 (Sahasrara)

Chakra da testa, sobrancelha ou terceiro olho # 6 (Ajna)

Chakra do pescoço ou garganta #5 (Vishuddhi)

Chakra do coração #4 (Anahata)

Chakra do plexus solar #3 (Manipura)

Chakra sacral # 2 (Swadhistana)

Chakra raiz ou da base #1 ( Muladhara)

Como é que se re-alinham as chakras?

Para alem das técnicas utilizadas pelo Reiki para re-alinhar, abrir, estimular, limpar e motivar as chakras, existem ainda outros métodos que podem ser utilizados para o efeito, de entre os quais destacamos:

  • Os Tratamentos com recurso ao uso do pêndulo;
  • A Terapia dos cristais;
  • Os Remédios florais do Dr. Bach;
  • A Terapia dos Anjos;
  • Os Banhos com recuso ao uso de plantas medicinais;
  • Os Banhos de água salgada;
  • A Aromaterapia;
  • A Terapia das cores (Cromoterapia);
  • A Terapia da musica ou dos sons;

etc.

#1 Chakra Base ou da Raiz (Muladhara)

Cor: Vermelho.

Elemento: Terra.

Sentidos: Olfacto.

Representada por um: Cubo.

Localização: Base da coluna, 2 dedos abaixo do umbigo.

Pedras semipreciosas e cristais: Rubi, Garnet, Turmalina preta, Pedra sangue, Hematite, Onyx, Pirite.

Essências florais: Milho, Alecrim, Clematis.

Óleos essenciais: Madeira de Sândalo, Alho, Canela.

Principio Fundamental: Força de vontade.

Partes do corpo associadas: Coluna vertebral, ossos, ânus, recto, partes genitais, coxy, intestinos, próstrata, dentes, unhas, sangue, células responsáveis pelo nascimento.

Glândulas: Supra renais (responsáveis pela produção da adrenalina e pela regência da temperatura do corpo).

Bom funcionamento desta chakra

A chakra base ou da raiz faz a ligação entre o corpo físico e a Terra, entre a natureza e os animais. Esta chakra simboliza ainda a criação de raízes sólidas para a Terra-mãe, para a vida e para a sua dimensão terrena.

Esta chakra simboliza igualmente, a expressão da sexualidade e criatividade humana, gosto pela vida e pelos prazeres mundanos.

A chakra base possui ainda uma forte ligação com a Terra, e por conseguinte uma forte necessidade de preservar a vida e harmonia no planeta.

Dai que se diga, que esta chakra é fundamental para o equilíbrio do corpo humano e para o seu bem-estar geral.

Em termos esotéricos, a chakra base é ainda conhecida como sendo o “Reservatório da Energia Kundalini”.

Esta energia, é encarada como o “Assento da Consciência Colectiva Humana”, preservando em si todo o conhecimento inerente á nossa espécie.

Dai que, uma pessoa que seja pragmática, realista e objectiva normalmente possui uma chakra base em harmonia, forte e sólida.

Ainda neste contexto, ter os “pés bem assentes no chão” significa acima de tudo uma aceitação da vida terrena na sua integra.

Este ditado popular português, encerra em si ainda uma certa dose de sabedoria espiritual, já que se refere a pessoas que encaram a vida (e reincarnação presente), com naturalidade e profunda aceitação.

Ainda neste âmbito, as pessoas que sentem uma forte ligação á terra e ao planeta (ex: agricultores, jardineiros, guardas florestais, ecologistas, biólogos, etc.) são normalmente seres com a chakra base em perfeito funcionamento, equilibrada e desenvolvida.

Outra característica ainda referente ao estádio de desenvolvimento desta chakra, diz respeito ao nível de confiança e de segurança que a pessoa sente na sua vida.

E normalmente, as pessoas confiantes, responsáveis, práticas, tenazes e perseverantes possuem uma chakra base sólida.

Estas pessoas podem igualmente sentir paixão pelos prazeres da vida física, necessitando de segurança material acrescida, de estabilidade, de conforto e de luxo em seu redor.

Estas pessoas aderem facilmente a uma rotina de vida, necessitando de ter todas as suas necessidades físicas, psicológicas e emocionais plenamente garantidas.

E durante uma sessão de Reiki, esta chakra e seu equilíbrio reveste-se de importância vital para o sucesso dum tratamento. Sem ela o paciente tende a flutuar e a ausentar-se do seu corpo e do espaço físico, dificultando o trabalho do praticante de Reiki.

E caso a chakra base esteja equilibrada e a funcionar plenamente, a pessoa podeainda usufruir duma vida repleta de abundância e de prosperidade. E no que diz respeito aos tratamentos de Reiki, este tenderão a produzir melhores resultados e mais palpáveis.

Ainda a titulo de curiosidade, uma chakra base bem alinhada, equilibrada e harmonizada com a chakra da cabeça, traz bem-estar acrescido á pessoa, equilíbrio interior e muita energia pessoal. Dai que se deve incentivar as pessoas a prestarem mais atenção a este centro energético tão importante para o nosso bem-estar, ensinando-as a preservarem e a mantê-lo equilibrado.

Funcionamento deficitário desta chakra

Caso a chakra base não esteja a funcionar correctamente, esteja em desarmonia ou desequilibrada, isto pode que fazer com que a pessoa:

  • Se encontre demasiado obcecada pela aquisição de bens materiais em detrimento do seu desenvolvimento espiritual;
  • Que se sinta insegura face á vida e sua presente existência terrena;
  • Que dê demasiado importância aos prazeres mundanos do sexo, da luxúria e da comida em detrimento da espiritualidade;
  • Que seja obesa, tendo propensão para a prisão de ventre e para problemas de ordem circulatória e cardiaca;
  • Que seja egoísta, ignorando facilmente as necessidades alheias;
  • Que perca a calma com facilidade, tendo rasgos de ira, de agressividade, ou preocupações excessivas.
  • Estas emoções exacerbadas podem gerar na pessoa casos incontrolados de ex: stress, medo face á vida, falta de confiança nos outros e falta de segurança pessoal;
  • etc.

A titulo de curiosidade, caso se desenvolvam mais as chakras da parte superior do corpo em detrimento das da parte inferior, isto pode conduzir a que a pessoa funciona mais a um nível espiritual do que a um nível físico.

  • Por conseguinte, isto pode fazer com que a pessoa se sinta constantemente “na lua”, a “flutuar”, alienada desta realidade e distante dos outros seres humanos. E isto num contexto espaco-temporal, irá conduzir a pessoa a um isolamento gradual e a uma rejeição do contacto com os outros seres humanos.

Relativamente aos adolescentes, caso esta chakra esteja fechada ou bloqueada, isto pode manifestar-se em casos de anorexia nervosa que podem variar em termos de intensidade e gravidade.

  • Também aqui é possível alcançar um melhor equilíbriointerior, mediante a consciencialização de que a chakra base representa o pilar da estabilidade física do corpo humano. E sem este centro de energia a funcionar plenamente, a pessoa tende a gerar desequilíbrios a nível alimentar, indo a extremos i.e ora tornando-se num “big eater” ou num anoréxico em gravidade.
  • A chakra base, permite-nosainda encarar a vida com um elevado grau de autoconfiança, de tenacidade e de perseverança pessoal. Sem esta a pessoa não se sente suficientemente forte para enfrentar as adversidades da vida terrena, embatendo com frequência em erros de julgamento e de funcionamento social


# 2 Chakra Sacral (Swadhistana)


Cor associada: Cor-de-laranja

Elemento: Água.

Sentidos: Paladar.

Representada por uma: Pirâmide.

Localização: Dois dedos acima do umbigo.

Importância desta chakra: Permite-nos equilibrar e harmonizar as nossas emoções.

Pedras semipreciosas e cristais: Ágata, Quartzo, Garnet, Olho de tigre, Turmalina cor-de-laranja, Calcita, Carneliana, Pedra lunar, Quartzo rutilado.

Essências florais: Arbusto indiano da tinta, Hibisco.

Óleos essenciais: Neroli, Flor-de-laranjeira, Jasmim.

Principio fundamental:Reprodução.

Partes do corpo que lhe estão associadas: Rins, área pélvica, bexiga e líquidos no organismo (ex: sangue, sucos gástricos, esperma e o processo relacionados com o ciclo menstrual feminino).

Glândulas: Próstrata, ovários, testículos.


Bom funcionamento desta chakra


A chakra sacral está localizada na área do umbigo, regendo a necessidade humana de procriar e de gerar vida nova.

Esta chakra está também relacionada com o sacro, e com o funcionamento do sistema reprodutivo masculino e feminino.

Dai que se diga, que a sacral projecta-se em forma de funil para o exterior do corpo, influenciando tanto as nossas amizades como os nossos relacionamentos de índole sexual com os elementos do sexo oposto.


Funcionamento deficitário desta chakra

Esta chakra surge durante a fase da puberdade, estando directamente relacionada com a natureza sexual do ser humano, com o despertar do desejo e da curiosidade sexual nos adolescentes.

E tendo em conta que esta chakra é formada durante os anos conturbados da puberdade, normalmente encontra-se em profunda desarmonia ou em estado de “caos”.

Deste modo, a puberdade é geralmente conhecida como a fase na vida em que as energias percorrem o corpo das pessoas de modo descontrolado e livre, gerando no seu percurso emoções fortes tanto ao nível físico, como emocional, mental espiritual.

E não é de estranhar que tanto a sociedade como os progenitores, educadores e religiões no geral, estando cientes deste tumulto energético, tentem controla-lo, limita-lo ou até reprimi-lo.

Estas energias puras, são por vezes intimidadoras para quem as presencia, e constrangedoras para quem as vive. Contudo, estas energias fazem parte integrante do ser humano, e devem ser encaradas pela sociedade como algo de natural e fundamental á vida e crescimento do ser humano.

Dai que, a forma como as pessoas encararam a sua sexualidade é algo que remonta á época da infância, estendendo-se até á da fase da puberdade.

E a necessidade de se abraçar ou de se rejeitar este aspecto importante da vida humana, é algo que se imprime na mente de cada individuo desde tenra idade, conduzindo-o/a á formação da sua personalidade adulta, e forma de estar na sociedade e no mundo.

De igual forma, a falta de interesse sexual, a falta de curiosidade, a falta de criatividade, a incapacidade de expressão corporal, a rejeição de contacto físico (ou incapacidade de demonstrar contacto físico), são um sinónimo claro de disfuncionalidade ao nível desta chakra.

Dai que se diga, que todos os problemas relativos á expressão das emoções ou da afectividade humana bloqueiam esta chakra ou levam-na a fechar-se.

Já no caso dos adultos, quando esta chakra está a funcionar em desarmonia ou se encontra bloqueada, a pessoa tende a revelar problemas relativos á sua afirmação sexual e segurança física.

E este tipo de problemas, normalmente tendem a originar excessos de fantasia ou desvios sexuais.

Ainda no caso desta chakra se encontrar bloqueada ou no caso de estar a funcionar deficitariamente, a pessoa tem tendência para:

  • Rejeitar a sua própria sexualidade;
  • Rejeitar o contacto físico com os outros seres humanos;
  • Sentir inibição em termos sexuais, tendo dificuldade em exprimir as suas necessidades físicas, fantasias ou desejos mais íntimos (preferindo suprimi-los a encará-los);
  • Desenvolver noções erradas relativamente á sexualidade humana, encarando o acto sexual como um vicio ou como um acto pecaminoso;
  • Ter dificuldades de relacionamento em termos de amizades ou de relações amorosas;
  • Desenvolver doenças ou problemas físicos nas zonas sexuais ex: impotência, frigidez, etc;
  • Ter comportamentos promíscuos e desviantes;
  • etc.

Finalmente, importa ainda referir que uma chakra sacral deficiente e desarmoniosa pode conduzir a casos de suicídio entre os jovens ou adolescentes

#3 Plexos Solar ou Chakra (Manipura)

Cor associada: Amarelo.

Elemento: Fogo.

Sentidos: Visão.

Representada por um: Globo.

Localização: Plexos solar ou zona do abdómen.

Importância desta chakra: Permite-nos desenvolver o nosso ego, personalidade e reforçar a nossa auto-estima.

Pedras semipreciosas e cristais: Citrina, Diamante amarelo, Jasper, Turmalina amarela, Topázio dourado, Opala.

Essências florais: Mil-folhas, hortelã menta, camomila.

Óleos essenciais: Zimbro, limão, fruto das grainhas.

Principio fundamental: A forma do que nos rodeia.

Partes do corpo associadas a esta chakra: Abdómen, estômago, fígado, parte inferior das costas, sistema digestivo, sistema nervoso central, bílis e bexiga.

Glândulas: Pâncreas (esta glândula desempenha um papel importante na digestão dos alimentos e na secreção de insulina pelo organismo).

Bom funcionamento desta chakra

sta chakra está localizada na parte superior do umbigo, abrindo-se para a fronte sob forma de um funil alongado.

O plexos solar é também conhecida como o “centro da energia que controla o poder da vontade humana”.

A energia solar é absorvida por esta chakra para o corpo humano, revitalizando-o tanto ao nível físico como emocional.

Dai que, a chakra do plexos solar é considerado como sendo o “ponto de origem” ou de nascimento do verdadeiro EU, da identidade e da personalidade humana, reflectindo valores como a tenacidade e a perseverança pessoal

Esta chakra quando equilibrado e a funcionar em pleno, conduz ainda as pessoas a desenvolverem objectivos de vida sólidos, atingindo-os com facilidade no decurso do tempo.

Esta chakra está ainda associada a ideias como a auto-confiança, a auto-expressão,a afirmação pessoal, a adaptação ás mudanças da vida, a ambição pessoal, a necessidade de exercer poder na sociedade, etc.

O plexos solar é de igual forma o centro purificador dos desejos das chakras inferiores, i.e. da sacral e da chakra base.

Esta chakra permite ainda ao ser humano, o fluir natural da energia criativa que imana tanto das chakras inferiores como das superiores.

E este centro energético quando completamente aberto e funcional, manifesta-se num aumento da criatividade humana, conduzindo a todo o tipo de realizações pessoais ex: a um acréscimo da sabedoria, á alegria de viver, a uma aceitação incondicional do Eu, a uma aceitação dos outros, a uma “iluminação” interior e ao êxito pessoal.

Ainda neste contexto, quando uma pessoa se exprime com frases do tipo:” Eu tenho um palpite…a minha intuição diz-me o seguinte…”, isto significa que a pessoa está receptiva a “ouvir” a sua intuição, julgando com facilidade as pessoas e as situações de índole positiva ou negativa que lhe surjam no decorrer da vida.

E todos os palpites pessoais são desenvolvidos ao nível da chakra do plexos solar, sendo esta o “berço” da intuição humana.

A titulo de curiosidade, quando uma pessoa tem esta chakra, a da cabeça e a da testa abertas ou em sintonia, apercebe-se facilmente que determinadas situações na vida possuem níveis distintos de energia, de luz e de vibração.

Quer isto dizer, que a pessoa tem perfeita consciência de que a energia universal actua de forma diferente sobre todos os seres vivos e coisas inanimadas no planeta.

Esta pessoa pode inclusive tentar estabelecer contacto com a energia universal dos cosmos, tirando máximo partido das suas percepções e capacidades extra-sensoriais.

A partir do momento em que a energia universal se torna parte integrante da vida da pessoa, todos os sonhos e objectivos existenciais tendem a concretizar-se. E a vida da pessoa passa a estar repleta de alegria, de êxito, de paz, e saúde e de felicidade.

Funcionamento deficitário desta chakra

Quando esta chakra está bloqueada, desequilibrada ou a funcionar de forma deficitária, a pessoa tende a sentir-se deprimida, triste, sem alegria de viver, sem paz interior e em constante desequilíbrio emocional.

Pode ainda suceder, que a pessoa tenha alegria de viver, positivismo e energia, contudo não consegue encontrar forma de manifestar estas qualidades ou exterioriza-las ás outras pessoas.

De igual modo, quando obstruída, esta chakra tem tendência para gerar seres humanos pretensiosos, egoístas e manipuladores (que pretendem unicamente exercer controle sobre os restantes seres humanos e sociedade).

E caso esta chakra esteja a funcionar de modo deficitário, desarmonioso ou desequilibrado, a pessoa pode:

  • Tornar-se num ser manipulador, exercendo excessivo controle sobre a vida alheia;
  • Gostar excessivamente do PODER, da conquista e do dominio;
  • Sentir-se desenquadrada e frustrada no seu intimo face á vida, querendo aparentar que está deveras ocupada e sempre activa com actividades novas e interessantes;
  • Ter dificuldades em descansar e relaxar do stress diário que a consomem por dentro;
  • Ter dificuldades em dissociar o conceito de felicidade do conceito da posse de bens materiais e de status social. E o sucesso material reveste-se de importância vital para a pessoa, que tem dificuldade em se libertar de tais desejos e de viver uma vida com simplicidade e humildade;
  • Ter dificuldades de expressão no que toca a sentimentos íntimos e a emoções profundas;
  • Sentir-se facilmente frustrada, tendo a tendência para a ira e para a agressividade quando as coisas não correm da forma como as planeou ou deseja;
  • Ter expectativas excessivas e irracionais face á vida e aos outros;
  • Sentir-se rejeitada pelos outros;
  • Ter falta de coragem, de tenacidade e de bravura, vendo obstáculos em tudo o que a rodeia, não sabendo contorná-los ou resolve-los;
  • Sentir-se agitada no seu interior, desorganizada, incerta e nervosa, agindo sempre de modo impulsivo e irracional;
  • etc.

Por fim, a percepção desta pessoas face á vida é sempre negativa. E todas as situações que se lhe deparam tendem sempre a ter um fim trágico-dramático, negativo e ensombrado

4 Chakra do Coração (Anahata)

Cor associada: Verde.

Elemento: Ar.

Sentidos: Toque.

Representada por uma: Lua crescente.

Localização: Zona do coração, pulmões e do peito.

Importância desta chakra: Permite-nos trazer amor, paz, equilíbrio e estabilidade á vida. Esta chakra está de igual modo associada á nossa capacidade de lutar face ás adversidades e contrariedades da vida.

Pedras semipreciosas e cristais: Perdidot, Jade, Quartzo cor-de-rosa, Rubi, Esmeralda, Malaquite.

Essências florais: Rosa brava da Califórnia, Papoila, Azevinho.

Óleos essenciais: Lírio, Cravo, Rosa.

Principio fundamental: Devoção e libertação do “EU”.

Partes do corpo que lhe estão associadas: Coração, pulmões, sistema imunológico, peito, tórax, cavidade torácica, parte superior das costas, ombros, sangue, pele, mãos e sistema circulatório no geral.

Glândula: Timos (regula e controla o sistema linfático no corpo humano).

Bom funcionamento desta chakra

A chakra do coração é normalmente conhecida como sendo o centro energético mais poderoso do corpo humano, fazendo a ligação entre a parte inferior e superior do organismo, i. e. entre o lado físico e o lado espiritual do Ser.

Este centro energético está localizada na zona do coração, regendo o funcionamento das nossas emoções e sentimentos.

O estudo desta chakra reveste-se de importância vital para o Reiki, já que esta está associada ao nosso desenvolvimento espiritual, fazendo a ligação entre o ser humano e a energia divina de Deus.

Este centro traz-nos igualmente as noções de amor, de simpatia, de compaixão, de devoção, de amor incondicional, de perdão, de generosidade e de altruísmo que habitam no nosso Ser.

A chakra do coração liga ainda a nossa capacidade de amar á nossa capacidade de expressão desta emoção de origem divina.

Ainda relativamente á chakra do coração, podemos salientar que se encontra ligada ao nosso amor pela beleza, pela estética, pela vida, pela natureza e pela musica. E esta encerra em si um arsenal de amor pelas artes no geral, ligando-as aos nossos sentimentos mais íntimos e á inteligência superior do universo.

E caso uma pessoa tenha esta chakra equilibrada e a funcionar plenamente, pode constatar que noções como as de “amor incondicional”, encerram em si uma verdade profunda e eminentemente divina.

E esta pessoa desconhece ainda sentimentos de desarmonia interior, de separação, de rejeição, de ira, de falta de aceitação pessoal, de dor, de desespero, de egoísmo, de masoquismo, de receio pela vida, de medo, de solidão e de ansiedade.

Pelo contrário, esta pessoa encontra-se completamente aberta e receptiva á vida, aceitando-se a si mesma e aos outros de modo natural, com humildade, simplicidade e com compaixão.

Esta pessoa compreende ainda, que o amor incondicional que habita no seu coração é de cariz universal, cósmico e divino. Este amor manifestando-se de forma natural, não estando sujeito a pré-requisitos ou a limitações humanas.

Este amor também não é motivado pela expectativa humana, mas sim pela compaixão que esta pessoa sente por todos os seres vivos á face do planeta.

De igual modo, o amor puro e verdadeiro dá e recebe de modo incondicional e com um coração receptivo. O amor puro não se refugia em expectativas e desilusões, mas sim na compreensão das verdades do Ser e de Deus.

Deste modo, quando esta chakra está plenamente aberta e a funcionar em perfeição, revela-nos pessoas com qualidades de terapeutas, tendo um grande potencial de se curarem a si mesmas e aos outros.

E quando em harmonia, esta chakra gera ainda os chamados “milagres” ou curas rápidas, auxiliando a pessoa a transformar radicalmente a sua vida de modo positivo e construtivo.

Ainda quando aberta e receptiva, esta chakra irradia cores fortes e brilhantes ex: verde, cor-de-rosa e amarelo dourado (que simbolizam a felicidade, a vontade de auxiliar o próximo, a harmonia interior, o calor humano, o amor, a sociabilidade e a extroversão).

A titulo de curiosidade, a cor verde é a cor associada aos praticantes de Reiki e aos praticantes de todo o tipo de tratamentos energéticos, ou “trabalhadores da luz” (i.e. todos aqueles seres humanos que foram colocados no planeta de modo a auxiliarem o próximo).

O cor-de-rosa e o amarelo dourado são cores divinas por excelência, simbolizando o amor eterno de Deus, a harmonia e a pureza universal.

Finalmente, a chakra do coração é tida como sendo uma das mais importantes no nosso corpo, auxiliando grandemente ao nosso desenvolvimento humano e espiritual. Esta quando equilibrada e harmoniosa tende também a auxiliar as restantes chakras do corpo a atingirem outro nível de desenvolvimento.

Dai que se diga, que esta chakra encerra em si muitos atributos divinos e humanos, como por ex: a necessidade de partilhar, o amor pela liberdade, o desapego dos bens materiais, a compaixão e o perdão, etc.

Deste modo, o desenvolvimento da chakra do coração em conjugação com o desenvolvimento da chakra da testa (ou do terceiro olho), podem trazer grandes satisfações e alegrias á vida das pessoas, levando-a a descobrirem capacidades intuitivas e paranormais únicas.

Esta pode ainda conduzir as pessoas a desenvolverem uma inteligência superior, de origem divina e a estreitarem os laços que as unem a Deus.

Funcionamento deficitário desta chakra

Quando esta chakra não está a funcionar devidamente, a pessoa tem tendência para a depressão, para a desilusão constante, para a melancolia, para a inércia e para a lamentação.

Esta pessoa não se sente valorizada no seu intimo, acreditando que dá sempre demasiado de si aos outros, recebendo muito pouco ou nada em troca. A pessoa sente ainda uma espécie de vazio interior, que associa ao facto de estar sempre disponível para auxiliar os outros, sendo normalmente esquecida e subvalorizada.

E nalguns casos, esta pessoa também revela tendências para a insegurança pessoal, tendo dificuldades em expressar sentimentos profundos de afectividade e de amor, sentindo-se constrangida ao faze-lo ou receando a rejeição por parte das outras pessoas.

Existem ainda outros casos de pessoas, que revelam falta de força interior para conduzirem mudanças de relevo nas suas existências, sentindo-se normalmente impotentes, inseguras, dependentes e indecisas face á vida.

Em termos de relações amorosas, estas pessoas preferem amar loucamente, dando tudo de si aos outros e não aceitando nada de volta. Existe aqui um sinal evidente de desequilíbrio interior face á relação entre o “dar e o receber do amor”, o que faz com que a pessoa tenha dificuldades em encontrar a sua cara-metade e viver experiências amorosas profundas e repletas de conteúdo.

E devido ao facto da pessoa se enredar com frequência neste ciclo vicioso de relacionamentos desarmoniosos, com o passar do tempo esta tende a torna-se num ser pessimista face ao amor, auto perpetuando desilusões amorosas e esperando sempre o pior dos outros.

Dai que cada novo relacionamento que esta inicia traz dificuldades acrescidas á pessoa, levando-a a limitar-se ainda mais e a recear o amor.

Ainda neste contexto, quando esta chakra se encontra bloqueada ou fechada, pode revelar uma pessoa que em termos sociais é bastante receptiva, comunicativa, amistosa, afectiva e aberta a novos contactos e amizades, mas que no seu intimo se sente desprovida de sentimentos, desprovida de amor próprio, desequilibrada, com tendência para o masoquismo, para a depressão e para sentimentos de grande insatisfação pessoal.

Outro traço revelador duma chakra do coração fechada ou bloqueada, refere-se a pessoas que se sentem constantemente vitimadas pela sociedade e pelo meio que as circunda.

Esta característica revela no entanto, que a pessoa não tem capacidade de reacção ou rapidez suficiente para fazer face a determinadas situações na sua vida.

Dai que, cada nova situação, evento ou relacionamento se encontre á partida destinado ao fracasso, a expectativas irrealistas e ao sofrimento. Esta pessoa tende ainda a recear a absorção das mudanças que ocorrem no seu quotidiano, preferindo fechar-se a tornar-se mais flexível ou receptiva a si mesma, aos outros, ao mundo e a Deus.

Finalmente, o que impede algumas pessoas de avançarem no seu caminho espiritual, é o facto de serem incapazes de demonstrar sentimentos genuínos e puros em relação ao próximo, a si mesmas e a Deus, sendo indiferentes ao sofrimento alheio, tendo uma natureza fria, distante, cruel e com um coração desprovido de afectividade

#5 Chakra do Pescoço ou da Garganta (Vishuddhi)

Cor associada: Azul céu,

Elemento: Éter.

Sentidos: Audição.

Representada por uma: Pirâmide invertida.

Localização: Zona da garganta e do pescoço.

Importância desta chakra: Permite-nos desenvolver as nossas capacidades de comunicação através do reforço do nosso poder de vontade e expressão interior.

Pedras semipreciosas e cristais: Calcedónia, Agua marinha, Turquesa, Lápis lazúli, Jade, Crisocola, Opala azul.

Essências florais: Cosmos, Larica, trompeta das vinhas.

Óleos essenciais: Ylang-Ylang, Gardénia, Camomila.

Principio fundamental: Ressonância das emoções e do SER.

Partes do corpo que lhe estão associadas: Garganta, ouvidos, pescoço, voz, maxilares, tubos branquiais, traqueia, parte superior dos pulmões, braços, esófago.

Glândulas: Tiróide (regula a transformação e digestão da comida, equilibrando os níveis de cálcio e iodo no nosso organismo e sangue).

Bom funcionamento desta chakra

A chakra da garganta está localizada na zona regida pelo pescoço e pela laringe, tendo o seu ponto de origem na vértebra cervical, abrindo-se para a frente no corpo e em forma de funil alongado.

Esta chakra regula assim a nossa capacidade de expressão de sentimentos profundos e íntimos, de opiniões pessoais e de pensamentos.

A chakra da garganta regula e rege ainda a nossa capacidade pessoal de comunicação.

E este centro energético é de igual modo responsável, por fazer a ligação entre os nossos sentimentos mais profundos e sua expressão exterior.

Dai que se diga, que é através desta chakra, que as pessoas conseguem transmitir as suas percepções do mundo, da realidade, das ideias, dos desejos, do conhecimento e das emoções aos restantes seres humanos.

Sendo assim, esta chakra está associada a todo o tipo de expressão humana ex: agressividade, choro, riso, ira, etc.

Ainda neste âmbito, a chakra da garganta rege todas as formas de expressão humana relacionadas com as artes, com a linguagem gestual (mímica), com a musica, com o canto, com a dança, com o teatro etc.

E quando esta chakra está bem desenvolvida e a funcionar plenamente, a pessoa sabe diferenciar entre o lado mental da vida e o seu lado físico. A pessoa sabe ainda distinguir entre o lado etérico da vida e o lado emocional desta.

Neste contexto, a pessoa não se deixa constranger pelas suas emoções, pelos seus pensamentos, pelos seus sentimentos ou pelas suas sensações, dando azo a que a sua criatividade e desejos encontrem uma forma de expressão no mundo físico.

Ainda neste âmbito, quando a chakra da garganta está a funcionar devidamente, a pessoa sente-se verdadeiramente inspirada, viva, feliz e capaz de ultrapassar com tenacidade todas as crises que se lhe deparem na vida.

Finalmente, a chakra da garganta rege o funcionamento da audição e da capacidade de “ouvirmos a voz interior do divino”, e dos nossos pensamentos mais profundos.

Deste modo, o desenvolvimento desta chakra, insere-se no contexto da expressão activa das ideias humanas, fazendo com que a pessoa goste de conversar, de argumentar e de levar a cabo discussões salutares sobre novas ideias, sobre novos conhecimentos e sobre novos pensamentos.

A comunicação em si jamais constitui um entrave a esta pessoa, que a encara mais como um desafio salutar, e “sal que tempera vida”.

Funcionamento deficitário desta chakra

Caso esta chakra não se encontre a funcionar devidamente, a pessoa pode desenvolver alguns dos seguintes sintomas físicos: dores de ouvidos, problemas de audição, problemas vocais, bloqueios na garganta, dores de costas (relacionada com má postura), problemas respiratórios na parte superior dos pulmões, bronquite, laringite, faringite, asma, etc.

Ao nível psicológico, isto pode fazer com que a pessoa seja incapaz de dizer NÃO aos outros, absorvendo ao longo da sua vida doses elevadas de frustração, de insatisfação, de sofrimento e de agressividade pessoal.

E noutros casos isto pode ainda significar, que a pessoa tenda a desenvolver uma personalidade excessivamente passiva, inflexível ou incapaz de aceitar novos desafios de vida.

A pessoa pode ainda demonstrar ser incapaz de expressar as suas necessidades mais profundas como ser humano, caindo com facilidade nas mãos de pessoas menos escrupulosas, manipuladoras ou controladoras.

Para alem disso, um bloqueio nesta chakra significa acima de tudo, uma incapacidade de expressão dos sentimentos mais profundos do ser humano, das emoções e do amor. Dai que se diga, que um bloqueio ao nível da chakra da garganta pode significar um vida amorosa destituída de conteúdo, pobre e que a pessoa se sinta invariavelmente solitária e sem amor próprio.

Deste modo, caso exista um bloqueio nesta chakra isto pode igualmente sugerir, que estamos perante uma pessoa excessivamente intelectual, solitária, circunspecta, introvertida, fria e receosa de demonstrar a sua efectividade, preferindo a rejeição ou a negação á sua aceitação. E isto irá resultar, no desenvolvimento duma personalidade e dum individuo, que receia constantemente ser mal-interpretado ou mal julgado pelos outros.

E devido ao facto, de ser incapaz de transmitir as suas emoções mais profundas, esta pessoa sente-se normalmente culpada por não poder retribuir determinados sentimentos amorosos ou de amizade, que os outros nutrem por ela.

E este sentimento de culpa leva ainda a que a pessoa se encerra em si, rejeitando-se constantemente, não sendo condescendente para consigo mesma e para com os outros. A pessoa tende ainda a julgar-se com demasiada frequência e celeridade, encarando-se como o ponto de origem de toda a infelicidade alheia.

Ainda neste contexto, quando a pessoa tem uma chakra da garganta a funcionar desarmoniosamente, isto pode ser facilmente “ouvido” pelos outros.

A voz da pessoa dá-nos a conhecer uma chakra disfuncional, na medida em que esta se torna excessivamente agressiva, fria, ofensiva, indiferente, antipática ou “barulhenta”.

O tom ou timbre de voz da pessoa, também pode registar variações anormais, indo dum tom de voz grave para um tom agudo e vice-versa. O tom de voz pode inclusive variar repentinamente, causando constrangimentos á pessoa, levando-a a uma tendência crescente para a introversão.

E devido ao facto do tom de voz variar excessivamente, esta pessoa crê que os outros se divertem com este facto, o que a faz ausentar-se de eventos, de acontecimentos sociais e a ter uma vida de Ser “reservado”.

Em casos mais graves, a pessoa pode ainda ter tendência para gaguejar quando pretende demonstrar emoções profundas. E o nível do gaguejo também nos pode revelar se a pessoa se encontra numa fase inicial do processo, ou se este se agravou no decurso do tempo.

Ainda neste contexto e em casos gravosos de bloqueio ao nível desta chakra, a pessoa pode inclusive rejeitar por completo a comunicação oral, recusando-se a falar e a fazer parte deste mundo. Este refugia-se assim num mundo próprio e fictício, normalmente de difícil acesso a pessoas menos capacitadas para compreenderem a gravidade da situação.

Ainda em termos físicos (e quando a chakra da garganta se encontra em desarmonia), a pessoa ao tentar demonstrar as emoções profundas pode vir a sentir um nó na garganta ou uma dor na parte superior do tórax. E isto relaciona-se com o facto, de a pessoa demonstrar resistência interior face á comunicação como meio de socialização e de expressão das suas necessidades pessoais.

Outro caso ainda que nos revela um bloqueio ao nível desta chakra, prende-se com o facto de a pessoa ter uma natureza excessivamente reservada e tímida, fechando-se num mundo interior só seu, receando a exposição social, os julgamentos alheios, a manipulação, o controle e as pressões sociais ou familiares.

Este tipo de pessoa, pode ainda ter dificuldades em se envolver em conversas triviais ou banais, minimizando a sua importância ou evitando-as por completo.

A pessoa rejeita igualmente, discutir sentimentos profundos ou ideias abertamente e em frente a estranhos.

A pessoa que tem tendência para se encerrar no seu próprio mundo, pode contudo revelar uma natureza bastante talentosa em termos de escrita, de poesia e das artes no geral.

Todavia, esta “riqueza artística” encontra-se bem protegida e escondida do mundo exterior, nunca encontrando forma de expressão e de aceitação social.

De modo a se resolverem problemas ao nível desta chakra, é conveniente que a pessoa faça um esforço consciente no sentido de desenvolver a sua auto-estima, a sua autoconfiança e que passe a confiar mais nas suas próprias opiniões e intuição. A pessoa pode ainda treinar a sua voz, cantando ou tentando conversar mais com os outros seres humanos.

No entanto, o medo é o inimigo numero UM das emoções puras do coração e da sua verbalização. E o medo conduz muitas vezes a que as pessoas se escondam num mundo de fantasias, criando muros invisíveis de protecção face a preconceitos, a julgamentos e ás criticas alheias.

E o único meio de se ultrapassarem estes obstáculos relativamente ao medo, é levar a pessoa a ser mais expressiva no geral e mais honesta face aos seus sentimentos, ideias e necessidades.

A pessoa deve ainda ser estimulada diariamente pelos outros, devendo ser ouvida e levando os outros a ouvirem as suas opiniões.

Esta deve ainda activamente contrabalançar as suas ideias, e comunicar de forma honesta e directa os seus pensamentos e sentimentos, quer estes sejam de índole positiva quer sejam de índole negativa

6 Chakra da Testa, da Sobrancelha ou do Terceiro-olho (Ajna)

Cor associada a esta chakra: Índigo ou azul escuro.

Elemento: O cosmos.

Sentidos: A visão extra-sensorial do terceiro olho, sexto sentido, toque, olfacto, paladar.

Representado por uma: Estrela de cinco pontas, ou estrela de David.

Localização: Centro da testa, zona localizada entre as sobrancelhas.

Importância desta chakra: Esta permite-nos desenvolver a noção do EU, visão e compreensão profunda dos nossos pensamentos e acções humanas. Esta chakra, está directamente associada com o desenvolvimento da nossa intuição e inteligência espiritual. Uma chakra da testa bem desenvolvida aproxima a pessoa de Deus, do divino e do universo.

Pedras semipreciosas e cristais: Safira, Tanzanite, Sugalite, Iolite, Lápis lazúli, Pedra do sabão, Florite lilás.

Essências florais: Flor Rainha Da. Ana, Aveia-brava, Madia.

Óleos essenciais: Heliotrope, Ervilha doce, Cânfora.

Principio fundamental: Conhecimento da essência do SER e da existência.

Partes do copo que lhe estão associadas: Olhos, ouvidos, nariz, sobrancelhas, face, sistema nervoso central, cerebelo.

Glândula: Pituitária (glândula que governa a actividade secretória do corpo e que controla o funcionamento das restantes glândulas).

Bom funcionamento desta chakra

A chakra da testa ou do terceiro-olho, encontra-se localizada na zona entre as sobrancelhas ou no centro da testa.

E esta chakra está normalmente associada á consciência do SER, ás percepções humanas e aos poderes mentais.

Ao nível físico, esta chakra é considerada como sendo o centro de energia mais importante do corpo humano, governando o nosso sistema nervoso central.

A chakra da testa é ainda encarada, como sendo “o berço da consciência humana”, da intuição, das percepções extra-sensoriais e da imaginação.

E é através desta chakra, que o etéreo se manifesta no físico, criando as nossas noções conscientes e inconscientes de realidade.

Esta chakra dá-nos ainda controle sobre as nossas vidas e “sentido de direcção”, auxiliando-nos a compreender melhor a natureza da existência humana.

A titulo de curiosidade, os “trabalhadores da luz” (e praticantes de tratamentos energéticos como o Reiki), normalmente possuem esta chakra e a do coração bem abertas para o exterior, receptivas a Deus, equilibradas e em harmonia.

Dai que se diga, que uma chakra da testa devidamente aberta, equilibrada e em harmonia, revela seres humanos com poderes intuitivos fortes, hipersensibilidade, clarividência e com capacidades de percepção únicas.

Contudo, maior parte dos seres humanos não possuem esta chakra suficientemente aberta, desenvolvida ou em harmonia, o que indicia falta de hipersensibilidade ou falta de receptividade face á sua intuição, ao universo e a Deus.

E normalmente as pessoas que tem a chakra da testa desenvolvida, possuem uma consciência dita de superior, receptiva a Deus, ás energias cósmicas e á inteligência divina.

A sua compreensão da vida terrena difere grandemente da percepção das restantes pessoas, o que faz com que estas encarem a vida sob outro prisma e com maior receptividade.

Ainda a titulo de curiosidade, as pessoas que possuem uma capacidade intelectual e ciêntifica invulgar ou acima da média, possuem muitas das vezes uma chakra da testa ligeiramente aberta, podendo vislumbrar em rasgos de consciência o lado divino da existência humana e Deus.

Ainda neste contexto, esta chakra ensina-nos a valorizar o pensamento humano como uma forma de poder e de energia.

Esta chakra diz-nos ainda, que todos os pensamentos humanos são providos de vida e de energia própria, podendo tornar-se numa realidade palpável.

O poder da intenção dá-lhes vida, e estes podem facilmente passar de ideias abstractas a acontecimentos ou factos palpáveis.

E quando esta chakra está devidamente desenvolvida, a pessoa encara ainda a vida sob um novo prisma, dando particular atenção ás suas capacidades extra-sensoriais, ao funcionamento das energias no corpo e universo e ás percepções desta e de outras realidades existências.

Dai que o pensamento ao surgir no cérebro desta pessoa, normalmente revela-nos um individuo com uma clareza de espírito e perspicácia invulgar. A pessoa tende a ser arguta e inteligente, podendo simultaneamente ter uma percepção simbólica e holográfica da realidade quotidiana. E o fluir dos pensamentos e das ideias no cérebro da pessoa, surge de modo integrado e compacto, sendo toda a informação recebida de origem extra-sensorial e divina.

Sendo assim, o mundo espiritual ganha um novo impulso e significado para a pessoa, em detrimento do lado material da vida (que com o decorrer do tempo tende a revelar todos os seus mistérios e segredos).

A compreensão e controle sobre o lado material da vida, pensamentos, ideais e suas manifestações é facilmente atingido pela pessoa, levando-a a descobrir uma nova forma de encarar a vida e a existência terrena.

Os “portões do universo” abrem-se igualmente de par em par, e a pessoa absorve todos os ensinamentos que o cosmos lhe envia!

Ainda neste âmbito, quando esta chakra está aberta e a funcionar plenamente, estamos perante um ser humano excepcional. Este será um mega-entusiasta, será uma pessoa com uma atitude de contemplação, de aceitação e de gratidão face á vida.

Esta forma de ser e de estar únicas, são ainda reveladoras duma versatilidade de pensamento invejável, e duma verdadeira ligação a Deus.

E no decurso da sua vida, esta pessoa pode ainda vir a desenvolver uma capacidade extraordinária de interacção com outras realidades existenciais, dimensões e seres, (muitas deles com existências paralelas á nossa). A visão bidimensional da existência desaparece, tal como as noções espaço-temporais, e as visões limitadas sobre a vida e morte.

Funcionamento deficitário desta chakra

Quando esta chakra não está a funcionar devidamente, isto pode fazer com que a pessoa tenda a desenvolver uma personalidade demasiado intelectualizada, com uma mente excessivamente ciêntifica e com a tendência para explicar o inexplicável, recorrendo unicamente á lógica da ciência.

E quando esta chakra se encontra pouco desenvolvida, bloqueada ou fechada, a pessoa tem ainda tendência para a racionalização de todos os seus pensamentos e emoções, analisando tudo pormenorizadamente, estando por vezes desfocada da essência da existência terrena.

E quando o intelecto se encontra mais desenvolvido do que o espírito, a pessoa tende a tentar explicar todos os fenómenos sob o prisma da matemática e da lógica. E tudo o que não possa ser comprovado cientificamente, não interessa a esta pessoa.

Dai que, muitas vezes a pessoa encara os outros ramos do saber como um disparate, como algo de irreal, como fantasiosos e como um sinonimo evidente de falta de inteligência.

Ainda neste âmbito, quando esta chakra funciona de forma deficitária, a pessoa tende a desenvolver uma personalidade distante, fria, arrogante, excessivamente confiante na capacidade do seu intelecto e com tendências egocêntricas.

Esta pessoa tem ainda a tendência para recusar ouvir as opiniões alheias, e todas as ideias que não se enquadrem na lógica do seu raciocino.

Dai que, todas as ideias de natureza espiritual são á partida rejeitadas pela pessoa, que no fundo as teme, receando igualmente uma ligação mais estreita com Deus.

A pessoa entende ainda o lado espiritual da vida, como um dispêndio de energias e de tempo. E todas as ideias e pensamentos que não sejam convencionais, não são facilmente aceites pela pessoa.

Dai que, a única forma encontrada pela pessoa para exprimir as suas opiniões altamente intelectualizadas, é mediante o recurso á ridicularização das teorias espirituais. E sempre que lhe for dada uma oportunidade socialmente para as ridiculizar, esta pessoa não a desperdiçará.

Quando isto acontece, a pessoa tende a manter uma posição social irredutível face á espiritualidade humana, lutando com todas as suas forças para que esta não seja aceite ou valorizada socialmente.

Esta pessoa crê ainda, que as suas capacidades intelectuais invulgares, podem deitar por terra todas as crenças nas teorias espirituais e até mesmo em Deus. Dai não ser de estranhar, encontrarmos pessoas que são simplesmente anti-religiosas, anti-espirituais ou ateístas.

No entanto, no seu seu intimo estas pessoa vivem em constante luta consigo mesmas, sentindo-se muitas vezes confusas, inseguras e receosas face á possibilidade da existência de Deus e do divino.

E apesar desta ideia as assustar, estas pessoas podem igualmente sentir um chamamento divino ou um “fascínio secreto” pela temática do divino e de Deus.

Todavia, as barreiras pessoais que constroem para se protegerem destas ideias, por vezes impedem-nas de se aventurarem nos meandros da sua própria espiritualidade ou da religiosidade humana.

Finalmente, não é difícil encontrarmos pessoas que se enquadrem dentro desta descrição e que têm os sentidos geralmente pouco desenvolvidos i.e. a audição, a visão, a fala, o paladar, o toque e a intuição.

A titulo de conclusão, um bloqueio grave ao nível da chakra da testa origina normalmente bloqueios nas outras chakras que lhe estão directamente associadas ex: no plexos solar, na chakra do coração e na da cabeça.

Dai que, quando se conduz um tratamento energético de Reiki numa pessoa que rejeita o lado espiritual da vida, este deve ser levado a cabo em simultâneo nestas três chakras

# 7 Chakra da Cabeça ou da Coroa (Sahasrara)

Cores associadas a esta chakra: violeta, lilás ou branco.

Elemento: O cosmos.

Sentidos: Ventura e glória divina.

Representada por uma: Coroa, capacete ou flor de lótus que se abre para o céu, e que simboliza o despertar da espiritualidade e da consciência humana.

Localização: Topo da cabeça ou zona da nuca.

Importância desta chakra: Esta permite-nos entrar em contacto com o divino e com todas as facetas da espiritualidade humana. Durante um tratamentos de Reiki, a energia universal é normalmente canalizada pelo terapeuta através desta chakra, e conduzida ás restantes seis chakras espalhadas pelo corpo humano.

Pedras semipreciosas e cristais: Diamante, Ametista, Amber, Moldavite, Alexandrite, Opala de fogo, Labradorite.

Essenciais florais: Angélica, Lótus, Tulipa estrelada.

Óleos essenciais: Lótus, Alfazema, Violeta, Elemi.

Principio fundamental: O SER.

Partes do corpo que lhe estão associadas: Cérebro, cabelo.

Glândula: Pineal.

Bom funcionamento desta chakra

A chakra da cabeça está localizada no centro do crânio, abrindo-se em forma de funil para o universo.

Na arte sacra, esta chakra é normalmente representada como um anel ou halo no topo da cabeça dos santos e dos apóstolos. Este halo representa normalmente, a ligação entre a pessoa e o divino ou a inteligência superior de Deus.

O principio fundamental que rege esta chakra relaciona-se com o SER, com a existência e com a compreensão profunda da missão do homem na Terra.

Dai que as cores que lhe estão associadas sejam o violeta, o lilás ou o branco (que simbolizam a ligação entre o homem e o universo e entre o homem e Deus), que simbolizam ideais como a devoção religiosa e a meditação transcendental.

Esta chakra é ainda considerada, como sendo o centro mais importante do corpo humano, fazendo a união entre a energia cósmica e as restantes chakras inferiores ou terrenas.

E ao recebermos a energia universal, esta entra-nos sempre pela chakra da cabeça, espalhando-se de seguida ás chakras inferiores.

Este centro energético, está igualmente associado á pureza da alma, ao conhecimento universal e á “iluminação do SER”.

A chakra da cabeça une-nos assim com o divino e com Deus, permitindo-nos compreender a existência humana e planetária, como parte integrante dum todo, i.e. da criação de Deus.

Quando o desenvolvimento desta chakra é acompanhado pelo desenvolvimento da chakra da testa, a pessoa possui capcidades extraordinárias de raciocínio e de intuição. Neste caso, estamos perante um ser “iluminado”, com uma inteligência superior e atributos humanos únicos.

Deste modo, a nossa aceitação da energia universal ou divina, é deveras importante para o nosso desenvolvimento humano e espiritual, permitindo-nos desenvolver de forma harmoniosa e saudável as restantes chakras do corpo.

Ainda neste âmbito, quando a chakra da cabeça se encontra completamente aberta, tende a auxiliar as demais a funcionarem em perfeição, removendo-lhes quaisquer obstáculos, bloqueios e desarmonias que possam ter.

E é sob o comando da chakra da cabeça, que todas as restantes chakras se alinhavam no corpo humano. Este alinhamento tem por fim conduzir o ser humano á “perfeição”, ao desenvolvimento da alma e da sua existência humana terrena.

De igual modo, quando completamente aberta e desperta, esta chakra irradia a energia universal de Deus e a sua luz divina.

Caso uma pessoa seja abençoada pela abertura da chakra da cabeça, então passará a deixar de ser um meramente receptor da energia universal, passando a irradiá-la aos outros seres vivos e ao planeta.

Dai que se diga, que a chakra da cabeça é extremamente importante para o nosso desenvolvimento físico, emocional, mental e espiritual, trazendo-nos pureza de pensamentos, paz de alma, amor eterno, compaixão, generosidade, consciência, e constância.

Esta permite-nos ainda atingirmos níveis superiores de meditação, ligando-nos á consciência suprema do universo. E toda a essência do SER e presença da luz divina na alma humana, são reveladas através da abertura desta chakra.

E quando a pessoa e o divino são UM só, a vida e a realidade terrena tornam-se cristalinas como água e toda a ilusão e mentira se dissipam, sendo substituídas pela luz pura, verdadeira de Deus e do conhecimento universal.

Muitos crêem ainda, que as pessoas estão abertas ou receptivas ás influencias da chakra da cabeça de sete em sete anos, ou nas seguintes idades: 7, 14, 21, 28, 35, 42, 49, 56, 63, 70, 77, 84 etc.

Funcionamento deficitário desta chakra

Como já tivemos a oportunidade de referir, esta chakra é considerada como sendo o centro energético mais importante do corpo humano. E quando disfuncional ou pouco aberta não traz consigo grande abertura mental ás pessoas, ou conhecimento verdadeiro, abundância ou “iluminação interior”.

O medo passa então a dominar a vida da pessoa, difundindo-se ás restantes chakras, desequilibrando-as e bloqueando-as. E não tardará a que a pessoa comece a revelar doenças do foro mental, fobias, dores de cabeça ou enxaquecas de difícil tratamento.

Tendo em conta este cenário, importa ainda referir que os bloqueios originados pelo mau funcionamento desta chakra não são de fácil remoção ou correcção, resultando muitas das vezes em enfermidades graves do foro físico e mental.

Ainda caso esta chakra não esteja completamente aberta, a vida da pessoa está repleta de desarmonia interior, e em muitos casos de infelicidade e desilusão.

Dai que, é importante aconselhar as pessoas á introspecção diária, levando-as a perceberem as mensagens profundas da vida, colocando o medo, os sentimentos de rejeição, de insegurança e de incerteza de parte.

Há que abrir pois o coração a DEUS, á CRIAÇÃO, ao conhecimento universal e ao desenvolvimento do SER divino que habita em todos nós.

E há que respeitar ainda a ordem divina das coisas, da natureza e do Ser.

É importante ainda evitar-se a superficialidade e o materialismo, tentando encontrar o significado profundo da existência humana na virtude, na glória e na unidade com Deus.

Observação final

A nossa existência terrena traz-nos diariamente desafios e lições de vida diversas e importantes de observar e de compreender.

E tanto o medo como a insegurança pessoal fazem parte da existência de muitos seres humanos. A própria sociedade “consciencializa” os indivíduos a temerem a vida, e a temerem as suas capcidades intrínsecas e potencialidades humanas. A sociedade limita e condiciona o ser humano a padrões de comportamento e de pensamento que se revelam mais destrutivos do que construtivos.

E tanto a doença como a morte são uma constante na vida humana, surgindo muitas vezes com mais frequência do que seria o desejado.

Contudo, todos os obstáculos e desafios que são colocados ao ser humano, auxiliam-nos a compreendermos a complexidade da vida e existência, auxiliando-nos igualmente a crescermos e a evoluirmos como seres espirituais.

Dai que, as pessoas não devem nunca perder nunca de vista o verdadeiro caminho e significado da vida terrena e da nossa espiritualidade.

E se muitas pessoas existem que se escondem em vidas, empregos ou actividades vazias e desprovidas de significado ou de conteúdo, outras há que desejam fortemente evoluír espiritualmente, criando para o efeito uma ligação mais estreita com Deus e com o universo que as rodeia.

E quando uma pessoa de esconde de si mesma, do divino e do universo, está a esconder-se da própria vida. E isto só origina doenças, enfermidades, infelicidade, falta de paz interior e a morte prematura.

“O ser humano é um ser divino.

O homem é um ser que procura incessantemente a LUZ, a VERDADE e a DEUS”.

Finalmente, fazemos votos que o leitor tenha consciência da importância dos seus pensamentos e da forma como estes afectam a sua saúde física, emocional, mental e espiritual.

De igual modo, fazemos votos que todos compreendam a importância das chakras para o nosso desenvolvimento pessoal e espiritual.

Estas quando em equilíbrio, harmonizadas, abertura e a funcionarem em pleno revelam novos mundos ás pessoas!

Caso deseje obter mais informações sobre este assunto, aconselhamo-lo a ler obras de interesse sobre as chakras, o Reiki, os tratamentos energéticos, o yoga e a meditação transcendental.

E caso deseje aprofundar os seus conhecimentos neste âmbito, aconselhamo-lo de igual forma a seguir cursos de índole espiritual, a meditar ou a rezar

.
.
.

Tarot Cigano e Magia Cigana

Agendar Consulta:

(71)3231-8162
(71)8873-3365 (OI)
(71)9106-5486 (TIM)

ouLigue Grátis - Clique AQUI!

Cigana Henriqueta Quintanilha

Anúncios

Deixar um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Cigana Henriqueta

Criadora e Administradora do Site Cigana Henriqueta Quintanilha | 
e-mail: henriquetaqc@hotmail.com

www.ciganahenriqueta.com

Clique para assinar este blog e receber notificações de novos artigos por email

Junte-se a 51 outros seguidores

Conteúdo por Categorias

Telefones

(71)3231-8162 / 8873-3365
%d blogueiros gostam disto: